NUCLEOTÍDIOS E ÁCIDOS NUCLÉICOS

abril 13, 2009 às 2:39 pm | Publicado em Blogroll, Uncategorized | Deixe um comentário

Nucleotídios e ácidos nucléicos

Os ácidos nucléicos em geral são moléculas grandes, constituídas de nucleotídios. Seu nome deriva do fato de que possuem caráter ácido e foram inicialmente encontradas nos núcleos das células (mas também estão presentes em outros locais, como o citoplasma, nas mitocôndrias e cloroplastos). Sua função principal é a de atuarem como o meio no qual a informação biológica é armazenada e expressa, tema a ser revisto posteriormente, em outro lugar. Além dessa função, algumas moléculas de RNA também apresentam atividade catalítica e atuam como enzimas (ribozimas).

Assim como as proteínas são polímeros de aminoácidos unidos por ligações peptídicas, os ácidos nucléicos também são polímeros, mas de nucleotídios unidos por ligações fosfodiéster. Os dois tipos de ácidos nucléicos encontrados nas células são o DNA, ácido desoxirribonucléico, e o RNA, ácido ribonucléico. Sobre os quais veremos mais adiante.

Estrutura polimérica de um ácido nucléico. Retirada de STRYER, et al., 2002.


Estrutura simplificada de uma seqüência curta de nucleotídios em uma molécula de RNA. Retirada de ALBERTS, et al., 2002.

Cada nucleotídio é uma molécula consistindo de três outras:

  • Uma base nitrogenada, que pode ser uma purina (adenina e guanina) ou uma pirimidina (citosina, timina e uracila).

  • Uma pentose, um glicídio, que pode ser a ribose ou a desoxirribose.

  • Um fosfato, um resíduo de ácido fosfórico (H3PO4).

Estrutura simplificada de um nucleotídio. Retirada de ALBERTS, et al., 2002.

OBS: além de terem a função de constituir os ácidos nucléicos, alguns nucleotídios podem atuar em outras funções, como o ATP, trifosfato de adenosina que atua em processos envolvendo transferência de energia.

As diferenças entre DNA e o RNA:

RNA (ácido ribonucléico):

  • Pentose: ribose.

  • Bases nitrogenadas: uracila, guanina, citosina e adenina (U, G, C e A).

  • Estrutura: geralmente uma cadeia simples.

Estrutura simplificada de uma molécula de RNA. Retirada de ALBERTS, et al., 2002.

DNA (ácido desoxirribonucléico):

  • Pentose: desoxirribose.

  • Bases nitrogenadas: timina, guanina, citosina e adenina (T, G, C e A).

  • Estrutura: geralmente duas cadeias unidas por ligações de hidrogênio (cadeia dupla) entre suas bases nitrogenadas.

Estrutura simplificada de uma molécula de DNA. Notar que ela é constituída de duas cadeias de nucleotídios unidas por ligações de hidrogênio. Retirada de ALBERTS, et al., 2002.

As ligações de hidrogênio entre as bases nitrogenadas que unem as duas cadeias nucleotídicas da molécula de DNA (o pareamento entre as bases) se dá da seguinte forma:

  • A pareia com T (*Mas posteriormente, em outro lugar, veremos que A também pode se parear com U). Entre A e T se formam duas ligações de hidrogênio.

  • G pareia com C. Entre G e C se formam três ligações de hidrogênio.

Daí decorre que o nº de G é igual ao número de C, e o de A é igual ao número de T.

Pareamento de bases em uma molécula de DNA. Retirada de ALBERTS, et al., 2002.

About these ads

TrackBack URI

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com. | O tema Pool.
Entries e comentários feeds.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: